Conheça um pouco sobre o Projeto Bike Anjo

Tem sido cada dia mais fácil encontrar gente que valoriza a bike como meio de transporte, tanto para fugir do trânsito quanto como tentativa de preservar o meio ambiente. Mas você sabia que tem gente que ensina e ajuda as pessoas a andar de bicicleta? O Bike Anjo faz isso e muito mais. Confira abaixo a entrevista que fizemos com o pessoal do projeto.

Verde Bike (VB): O que é o projeto Bike Anjo? Há quanto tempo o projeto existe?

Bike Anjo (BA): O projeto existe desde dezembro de 2010. Bike Anjos são ciclistas experientes e apaixonados pelo seu meio de transporte que ajudam pessoas que querem aprender a andar de bicicleta na cidade correndo menos riscos. O projeto Bike Anjo consiste em um site que busca intermediar a comunicação entre estes ciclistas experientes dispostos a ajudar e pessoas que querem ajuda para começar a pedalar. Podemos dar assistência em melhores trajetos para se fazer, acompanhar o ciclista iniciante em suas primeiras pedaladas, ensinar manutenção básica e medidas de segurança no trânsito. Acreditamos em uma cidade melhor, com um trânsito mais seguro para as pessoas, por meio da educação e orientação, e mais do que isso, porque nós também já fomos iniciantes e sabemos como é começar a pedalar em uma cidade urbanizada como São Paulo.

VB: De onde surgiu a ideia do projeto?

BA: A ideia surgiu de pessoas apaixonadas pela bicicleta e que já incentivavam seus amigos, familiares e conhecidos que queriam começar a pedalar, mas não sabiam como. Muitos bike anjos surgiram do movimento da Bicicletada, mundialmente conhecida como Critical Mass (bicicletada.org).

VB: Em quais cidades o projeto está presente?

BA: O Bike Anjo já está em 16 cidades. E o mais bacana é que todas essas cidades entraram no projeto de forma espontânea e proativa. Veja abaixo quais são estas:

– Piracicaba (São Paulo)
– São Carlos (São Paulo)
– Santos e Baixada Santista (São Paulo)
– Sorocaba (São Paulo)
– Belo Horizonte (Minas Gerais)
– Uberlandia (Minas Gerais)
– Aracaju (Sergipe)
– Manaus (Amazonas)
Recife e região metropolitana (Pernambuco)
– Florianópolis (Santa Catarina)
– Belém (Pará)
– Porto Alegre (Rio Grande do Sul)
– Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)
– Niterói (Rio de Janeiro)
Cachoeiro de Itapemirim (Espírito Santo)

VB: Como está sendo a aceitação das pessoas ao projeto?

BA: Temos observado que todos são muito solidários com o projeto, seja os voluntários ou quem faz um pedido. Muito disso está atrelado pelo fato do “serviço” ser voluntário, mas principalmente porque estamos mobilizando muitos ciclistas a contribuirem com uma mobilidade mais sustentável nas cidades. Além disso, o sucesso do Bike Anjo em âmbito nacional está atrelado a alguns fatores predominantes:

– O baixo nível de qualidade da mobilidade nas cidades brasileiras, que despertam a busca pelos cidadãos de meios de transporte alternativos;
– O potencial da bicicleta como solução para a mobilidade sustentável nas cidades;
– Ciclistas que usam a bicicleta como meio de transporte compreendem a dificuldade de se pedalar e que para se ter mais respeito é necessário que mais pessoas utilizem a bicicleta, tendo assim uma proatividade por parte dos ciclistas em serem voluntários do Bike Anjo;
– A pedalada em grupo ou com uma companhia traz mais segurança e confiança aos ciclistas, quebrando alguns paradigmas que trazem medo ao ciclista iniciante;
– Não é exigido nenhum esforço extra ao ciclista já experiente que queira se voluntariar, já que este tem uma rotina diária de uso da bicicleta. O que estamos pedindo é apenas que ele faça companhia a outro ciclista e dê orientações.

VB: O projeto conta com parcerias? Quais são elas?

BA: O projeto não conta com parceiros oficiais, mas sempre apoiamos iniciativas que têm a mesma missão que a nossa: trazer mais ciclistas para a cidade. Iniciativas como o da Bicicletada, Pedalinas, Associação Ciclocidade, Instituto CicloBR, são alguns destes exemplos.

VB: Quais pessoas podem participar do projeto e como elas podem fazer isso? É preciso pagar alguma coisa para poder ser um bike anjo?

BA: Quem desejar ser voluntário(a) do projeto deve escrever para nós pelo e-mail bikeanjo@gmail.com. Depois do primeiro contato sempre buscamos saber mais da experiência da pessoas como ciclista e orientá-la da melhor forma para ser mais uma a contribuir com mais bicicletas na cidade. O Bike Anjo é voluntário e gratuito. Todos os serviços prestados para as pessoas não são cobrados de forma alguma.

Se você quiser conferir um pouco mais essa iniciativa, visite o site do Bike Anjo. #VádeBike

Comentários

  1. Olá Araceli! Entre em contato com o pessoal da Bike Anjo pelo site http://bikeanjo.com.br/ ou mande um a-mail para o endereço: bikeanjo@gmail.com

  2. Olá Paulo! Entre em contato com o pessoal da Bike Anjo pelo site http://bikeanjo.com.br/ ou mande um a-mail para o endereço: bikeanjo@gmail.com

  3. Olá Rosangela! Entre em contato com o pessoal da Bike Anjo pelo site http://bikeanjo.com.br/ ou mande um a-mail para o endereço: bikeanjo@gmail.com

  4. gostaria muito aprender a andar de bicicleta ,e meu sonho .Moro no MOINHOS DE VENTO.
    Tenho 73 anos mais muito disposta.favor me contatar